Moro diz que Lula quer transformar depoimento em “evento político”


Em decisão em que proíbe a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de fazer uma gravação própria do depoimento de quarta-feira (10), o juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, diz que o petista quer transformar a audiência em “um evento político-partidário”.
Não se ignora que o acusado e sua defesa pretendem transformar um ato normal do processo penal, o interrogatório, oportunidade que o acusado tem para se defender, em um evento político-partidário, tendo, por exemplo, convocado militantes partidários para manifestações de apoio ao ex-presidente na referida data e nessa cidade, como se algo além do interrogatório fosse acontecer”, disse Moro.

Para Moro, com a possibilidade de usar o depoimento como “evento político”, há risco de que “o acusado e sua defesa pretendam igualmente gravar a audiência não com finalidade privadas, mas sim com propósitos político-partidários, absolutamente estranhos à finalidade do processo.

UOL Notícias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s